Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Colleen Houck - www.wook.pt

Não Sou um Serial Killer - Dan Wells

por Maggie Black, em 24.06.12

 

Título: Não Sou um Serial Killer

Título Original: I am not a Serial Killer

Autor(a): Dan Wells

Editora: Contraponto

Nº de páginas: 238

Preço médio: 16,50€

 

Sinopse (goodreads):

John Wayne Cleaver é um rapaz perigoso – muito perigoso. E passou a vida a tentar não cumprir o seu potencial. É bem-comportado, calado, tímido e reservado, mas incapaz de sentir empatia e de compreender as pessoas que o rodeiam. Prefere conviver com os mortos; o seu trabalho (e passatempo favorito) é embalsamar cadáveres na casa mortuária que pertence à família. Além disso, partilha o nome com um famoso serial killer e tem uma obsessão quase incontrolável por psicopatas e assassinos em série. Sob estas circunstâncias, parece que o seu destino está traçado. Contudo, Cleaver tem consciência das suas invulgares características, e quer a todo o custo impedir-se a si mesmo de matar. Para tal, criou um conjunto de regras muito precisas: tenta cultivar apenas pensamentos positivos pelas pessoas que o rodeiam (até pelo bully do liceu), evita criar laços ou interessar-se por elas (tem apenas um amigo da sua idade) e, sobretudo, tenta a todo o custo manter-se afastado do fogo (que gosta de atear), dos animais (que gosta de dissecar) e de locais e vítimas de crimes. As suas regras vão ser postas à prova quando é encontrado um corpo terrivelmente mutilado – e depois um segundo, e um terceiro. Será que na sua pacata vila existe uma criatura ainda mais perigosa do que John Wayne Cleaver?

 

Opinião:

No outro dia não tive a primeira aula, e acabei por ir parar a Bertrand do Campo Grande para fazer tempo para a segunda aula... Resultado acabei por trazer para casa este pequeno, que já me tinha passado pelos olhos aqui no Goodreads. E não me arrependo em nada de o ter trazido para casa, adoro um bom mistério, um bom thriller e um bom livro YA, e este tem todos esses ingredientes e em cima de tudo, a cereja no topo do bolo, um personagem principal que sofre da Perturbação Antissocial da Personalidade... E é tão fascinante entrar na cabeça de alguém que não consegue sentir empatia por nada nem ninguém, mas que ao mesmo tempo tenta a todo o custo lutar contra todos os seus instintos. Adorei o John, e mal posso esperar que a contraponto lance o segundo livro desta trilogia. É uma personagem diferente de todos os livros YA que alguma vez li, apesar de ter todos os problemas típicos de um rapaz de dezasseis anos, John carrega ainda o pesado fardo de saber que nunca será uma rapaz normal, que terá sempre que lutar contra os seus instintos mais fortes. E é por isso que ele desenvolve o seu próprio conjunto de regras de confuta, de forma a não cometer deslizes e deixar de ter controlo sobre o seu “Sr. Monstro”. Sem dúvida uma grande leitura de 2012.

 

Quotes:

“ - Sou uma boa pessoa – repeti -, porque sei o que fazem as pessoas boas e imito-as.”

“ Sorri-lhe, obrigando-me a sentir a ligação emocional que não sentia. Queria ser uma rapaz a sério.”

 

Cumprimentos

Maggie Mae Black

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:33



E-mail de Contacto

maggiemaeblack@sapo.pt

Bookmark To Blog

Mais sobre mim

foto do autor



Regioes

Último Livro Lido

Photobucket

O que estou a ler

Photobucket


2013 Reading Challenge

2013 Reading Challenge
Maggie Mae has read 0 books toward her goal of 100 books.
hide