Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Colleen Houck - www.wook.pt

Blood Red Road - Moira Young

por Maggie Black, em 07.04.13


Título: Blood Red Road
Título Original: Blood Red Road
Autor(a): Moira Young
Editora: Scholastic
Nº de páginas: 417
Preço médio: 7.59€


Sinopse (goodreads):

There are no laws on Saba's world. When her twin brother is stolen, she pursues his captors through a wild, wasted land. She must become a warrior to survive. On this dangerous road she can trust no one. Not even the handsome thief who saves her life – and steals her heart.


Opinião:

Comprei o livro simplesmente porque o título me intrigou, não sabia grande coisa sobre a história em si, para além do facto de ser uma distopia. E, sinceramente, só me arrependo dos vários meses que ele esteve a apanhar pó na prateleira da minha estante.

A leitura deste livro é desafiante para quem não tem o inglês como língua materna, pois a escrita é... digamos... estranha (fez-me muito lembrar o sotaque sulista dos EUA). Deixem-me dar-lhes um exemplo do tipo de escrita com que me deparei ao abrir o livro pela primeira vez: “Jest like the land, Pa's gittin worse an his eyes look more'n more to the sky instead of what's here in front of him.” (Não recomendo a leitura deste livro em inglês a quem ainda não domina relativamente bem o inglês). As 10-15 primeiras páginas são complicadas de ler, mas depois de entrar no ritmo acabamos por nem ter assim tanta dificuldade... Aliás, na minha opinião até contribui para uma melhor caracterização da personalidade crua e dura de Saba, a personagem principal.

Passemos então as personagens... Temos a Saba que é directa e teimosa, que protege com todas as forças tudo aquilo que é seu... Temos o Jack que é o típico (apesar de de certa maneira unico), personagem masculino que adora implicar com Saba, mas que na realidade tem um coração de ouro... Temos Emmi que apesar de mal tratada por Saba, acaba por a adorar e não conseguir deixar a irmã em paz... e temos muitos mais. E o especial acerca destes personagens e que cada uma contribui de certa maneira para a história, e torna-a ainda mais intrigante e interessante.

Uma das coisa que acaba por me irritar sempre nos 1ºs livros de distopias é as grandes descrições do mundo novo que nos está a ser apresentado, apesar de tudo compreendo e aprecio o facto de assim ser, pois permite-nos ficar a conhecer aquela sociedade tão diferente da nossa. O Blood Red Road não é assim. Acho que talvez devido ao facto de nem a própria Saba compreender muito bem o mundo em que vive, a realidade é que o mundo dela, continua quase tão misterioso no final do livro como no principio, mas desenganem-se porque isto não é uma critica negativa mas sim positiva. Uma vez que eu adorei esta nova e diferente abordagem das coisas, acho que esta forma de ir abordando o mundo de Saba, acaba por nos colocar um pouco mais ainda no lugar de Saba, nesta descoberta de um mundo totalmente desconhecido.

Recomendo este livro com todas as letras, pois na verdade ele saiu disparado para a minha lista de livros preferidos de sempre ao lado do Divergent e dos Hunger Games.


Desejos de Grandes Leituras

Maggie Mae Black

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:20



E-mail de Contacto

maggiemaeblack@sapo.pt

Bookmark To Blog

Mais sobre mim

foto do autor



Regioes

Último Livro Lido

Photobucket

O que estou a ler

Photobucket


2013 Reading Challenge

2013 Reading Challenge
Maggie Mae has read 0 books toward her goal of 100 books.
hide